Guia de sobrevivência para a Bienal do Livro Rio 2021

 Olá, tudo bem? seja muito bem vindo(a) ao LEITORES E SUAS MANIAS!

Se você chegou aqui de paraquedas e não está sabendo do Clube de Leitura LSM, ele foi criado para ajudar pessoas que desejam criar o hábito de ler e de compartilhar experiências com outros leitores virtualmente. Então, se você sonha em fazer parte de um grupo que te incentive a ler cada vez mais, a sua hora chegou, clique aqui.


     A pandemia tirou muitas coisas de nós, para uma porção de pessoas, entes queridos, amigos, mãe, pais, irmãos... O vazio, o medo, o desespero e o desejo de acordar desse pesadelo nunca vai passar. E mesmo quem não perdeu ninguém, perdeu a motivação e a confiança de sair de casa sem ter o risco de contaminar quem mais ama. O tempo passou, a tão esperada vacina chegou e aquilo que parecia tão distante finalmente aconteceu: a imunização em massa. Esse avanço no quadro da pandêmia no Brasil poupou inúmeras vidas perdidas mas não faz apagar as que já se foram, e nem vira uma desculpa para parar de se cuidar, pois o vírus não foi vencido, apenas contido. E com essa nova proteção, muitos locais estão voltando com suas atividades presenciais e isso tem causado muito espanto em algumas pessoas - inclusive eu - que respeitaram arduamente a quarentena. Os eventos em locais fechados começaram a voltar a normalidade e um deles, a Bienal do Livro.

     Todo amante de livros sonha em participar de uma Bienal, e no momento que a 20° edição foi confirmada começou a crise existencial do "ir ou não ir?". Depois de tantas coisas e tanto tempo sem eventos desse porte para visitar, é normal o medo ou ficar assustado(a) sabendo que a Bienal é um evento que em todas as edições que faz, lota. Então, diante do quadro atual, e mesmo com a confirmação, foi preciso efetuar algumas mudanças para que o público possa aproveitar em segurança, mas para isso, quem for, precisa levar todas as perscrições de segurança feitas pelos organizadores a sério. 

     Pensando muito sobre isso, - pois estou querendo ir em 3 dias - decidi reunir e compartilhar aqui com vocês no LSM tudo que anotei como dicas pessoais para aproveitar esses dias que desejo curtir ao máximo tomando os devidos cuidados. Espero que
ajude a tornar a ida de vocês mais segura também quanto a: 
  • Ingressos: esse ano todos os ingressos serão vendidos por turnos manhã/tarde e tarde/noite, alternativa para poder controlar a quantidade de pessoas visitando e, evitar assim, a aglomeração que toda Bienal costuma ter; prefira comprar seu ingresso online para evitar filas e perder menos tempo, já que os ingressos terão horários para se cumprir lá dentro;
  • Programação: no site oficial da Bienal você já encontra toda a programação dos 11 dias com palestras, editoras confirmadas, autores, etc. Anote tudo que você deseja assistir e visitar, incluindo os horários e o pavilhão (azul ou laranja) em que irá acontecer, lembrando de comprar o ingresso com o turno de acordo com os horários anotados para que não perca nenhum;
  • Dentro do evento: o que mais faço em uma Bienal/livraria é pegar em todos os livros, sentir a capa, o cheiro e não levar nenhum para casa (quem nunca?), mas desta vez, foi uma das coisas que anotei para me policiar. Toda vez que for visitar um estande e pegar diversos livros/marcadores não leve a mão ao rosto, passe sempre alcóol em gel ou de preferência lave as mãos com água e sabão se houver banheiro por perto. Parece exagero mas tudo estará exposto para o público, então é muito importante se previnir... sei o quanto é difícil olhar um livro de longe mas nossa saúde deve ser prioridade durante o passeio;
  • Refeição: Bienal nem dá fome, essa é a grande verdade, mas precisamos comer para ter energia de andar e conhecer tudo que temos direito lá dentro. Pelo menos eu, sempre levo lanche e bebibas de casa numa mochila e garraga d'água, pensando nisso, eu recomendo - pois irei fazer também - que escolham a área externa do Rio Centro para tirar a máscara e ter um tempo para se alimentar, procurando, claro, um local com menos pessoas possível;
  • Não pode esquecer: E agora o que não pode deixar de conferir na bolsa antes de sair de casa. Máscara, uma no rosto e algumas de reserva; documentação de comprovação da vacinação ou app ConecteSUS para apresentar o certificado de imunização contra a Covid; alcóol em gel para dar e vender e seus ingressos. Assim você estará pronto para aproveitar o maior evento literário do país.

A Bienal do Livro vai acontecer entre os dias 3 a 12 de Dezembro de 2021 no Rio Centro. Irei fazer a cobertura completa dos dias em que eu estiver no evento em tempo real pelo instagram e depois com registros de fotos aqui no blog. Ansiosa demais!


Eu queria agradecer pela sua companhia nesses SETE anos de LSM!
Ah, e não se esqueça de SEGUIR O BLOG e o Instagram @LEITORESESUASMANIAS


PROJETO: LEITORES DA TERRA MÉDIA

 Olá, tudo bem? seja muito bem vindo(a) ao LEITORES E SUAS MANIAS!

     Se você chegou aqui de paraquedas e não está sabendo do Clube de leitura LSM, corre no meu perfil do Instagram pois é por lá que anuncio todas as novidades sobre projeto literários e leituras coletivas. Então é só clicar aqui para conhecer, você encontra todos os meus links na minha bio.
     É tão bom continuar seguindo com projetos de leitura, acho que me encontrei no que mais amo fazer e compartilhar na internet. Sempre tive essa iniciativa com livros únicos e, desde que começou a pandemia, me aventurei em fazer projetos com séries mais longas. A cada nova leitura coletiva, vou recebendo mais e mais leitores incríveis que só acrescentam para um debate fluído e edificante sobre cada obra que vai sendo lida. Se me perguntarem se irei parar, pode apostar que nem tão cedo!
     Agora, de projeto de leitura novo, estou muito bem acompanhada para idealizar mais essa ideia. O Leitores da Terra Média estará sendo mediado por Maria Simone, Dayane Lima, Letícia Santarelli e eu.

📝 COMO VAI FUNCIONAR:
a leitura começa em 02/10;
- teremos cronograma de leitura;
- grupo no Telegram com debate duas vezes para cada livro;
- assistiremos aos filmes lançados;
- pode ser lido em qualquer versão e formato.


📆 CRONOGRAMA:
Outubro: O Hobbit
Novembro-Dezembro: A Sociedade do Anel
Janeiro-Fevereiro: As Duas Torres 
Março-Abril: O Retorno do Rei


⁉️ Mas me conta, você já leu ou tem vontade de ler O Senhor dos Anéis? Não deixa passar essa oportunidade!



Eu queria agradecer pela sua companhia nesses SETE anos de LSM!
Ah, e não se esqueça de SEGUIR O BLOG e o Instagram @LEITORESESUASMANIAS

{Resenha} Cristianismo Puro e Simples - C. S. Lewis

 Olá, tudo bem? seja muito bem vindo(a) ao LEITORES E SUAS MANIAS!

     Bom, é verdade que não estou mais ativa por aqui com resenhas de todos os livros que li até hoje, mas também não ando conseguindo fazer muitas coisas. Eu sei que não preciso dizer o motivo, mas qualquer pessoa com um pequeno acesso ás notícias percebe que o atual cenário que estamos vivendo não é dos melhores, e a cada dia, parece que piora, não é? Eu sou o tipo de pessoa que absorve completamente tudo ao meu redor, e não estou sendo exagerada. Por ser esse tipo de pessoa, bem emotiva - até que demorou muito, pensei que ficaria assim desde o ínicio da pandêmia -, mais ou menos de um ano pra cá tenho perdido o ânimo de fazer até as coisas que mais gosto, como ler, estudar e escrever aqui. Eu até sentia vontade de "fazer" as coisas, mas parece que algo dentro da gente pesa e tais atividades perdem o sentido e você passa a querer ficar quietinho(a) na sua. 

     Eu fiquei assim por bastante tempo mesmo, mas em Janeiro desse ano criei o projeto de leitura (pelo menos uma coisa que amo fazer foi pra frente) de As Crônicas de Nárnia, que foi tremendamente incrível - para mim foi releitura. Como a maioria deve saber, nessa obra, encontramos diversas referências bíblicas completamente edificantes e renovadoras, então, a cada volume (sete no total) foi me dando cada vez mais vontade de me aproximar de Deus novamente. E foi o que fiz. Senti mais prazer na leitura e em Jesus como companhia. Agora, criei mais disposição para voltar a realizar minhas coisinhas e atividades que eu anteriormente nao estava conseguindo. E nessa releitura do meu livro favorito, me senti atraída em iniciar a leitura desse livro que tenho desde o ano passado mas ainda não havia pego nele: Cristianismo Puro e Simples.

Em um dos períodos mais sombrios da humanidade, a Segunda Guerra Mundial, C. S. Lewis foi convidado pela BBC a fazer uma série de palestras pelo rádio com o intuito de explicar a fé cristã de forma simples e clara. Mais tarde, ajustado pelo próprio C. S. Lewis, esse material daria origem a Cristianismo puro e simples, um grande clássico da literatura. Na obra mais popular e acessível de seu legado, Lewis apresenta os principais elementos da cosmovisão cristã, gradativamente conduzindo o leitor a temas mais profundos e complexos, provocando reflexão e debate. Nesta edição especial e com tradução e uma das maiores especialistas em Lewis do Brasil, você vai encontrar as palavras que encorajaram e fortaleceram milhares de ouvintes em tempos de guerra - e ainda reverberam mais de 70 anos depois.

     Ele é um clássico de C.S. Lewis, autor de diversos livros como As Crônicas de Nárnia e Trilogia Cósmica (já li ambos) e pretendo ler ainda mais títulos dele até Dezembro, podem aguardar! Mas hoje o foco é no livro que entrou para um dos meus favoritos do ano. Você já ouviu falar em Cristianismo? Caso não saiba, é o termo usado para os ensinamentos e vida de Jesus Cristo. Todos que aderem esse movimento para si ficam conhecidos como cristãos. E durante toda a leitura, o autor tenta mostrar através de diversos exemplos lógicos e fácil entendimento o conceito básico do que é o Cristianismo e como os considerados cristãos devem agir perante a sociedade para pôr em prática aquilo que se dizem seguir. Eu tinha um pouco de medo de começar esse livro pois achei que seria muito difícil de compreender, mas desde que comecei a introdução dele não consegui mais largar até finalizá-lo. Para quem não sabe, eu faço parte dos intitulados cristãos, confio e creio em Jesus como Filho de Deus, por esse motivo, me torno automaticamente, pela fé, seguidora de Cristo. Mas será que crer e ter fé é o suficiente? O que o Cristianismo quer de nós?

     No Cristianismo, temos o nosso livro, chamado Bíblia. Nela, encontramos tudo que é essencial saber a respeito de Deus e como devemos levar nossas vidas até a volta de Cristo: um manual de instruções cristão. Mas apenas ser "cristão" não é garantia de sucesso divino, é preciso meditar na Palavra e lutar a cada dia para colocar tudo que o Senhor nos ensina em prática. Fácil? Pois não é, nem um pouco. O ser humano, por mais amado que seja por Deus, é falho e miserável, faz de tudo para se dar bem as custas dos outros, mente, pratica injustiças e mata. Acho que com esse pequeno relato já dá para entender o quanto somos indignos. Mas no Cristianismo aprendemos que há um Deus que perdoa tudo de ruim e contra a lei dEle que venhamos a descumprir, mas só ter fé/crer não será o suficiente para se rotular como cristão, vai muito além. A própria Bíblia, que deve ser lida criticamente e trazendo tudo para o nosso cenário/contexto atual, diz que "a fé sem obras é morta" (Tiago 2.26), então, prova que não temos mérito algum em NADA, absolutamente nada, eu ser cristão não me fará maior do que o meu próximo, pelo contrário, o Cristianismo pede para eu me humilhar, dar o outro lado da face quando alguém me atacar, servir e amar o meu próximo sem esperar recompensa alguma. Assim como Jesus, que veio ao mundo e o matamos. E pensar que chamamos tanto por Deus, se Ele viesse, não me surpreenderia ser o matássemos de novo. Temos o prazer de sempre querer brincar de ser deus.

     Mas lembra que eu disse anteriormente que mesmo sendo cristãos continuaremos sendo seres humanos e fadados ao erro? É esse o ponto que Lewis trabalha em seu livro, que o cristão venha se diminuir para que Cristo cresça através dele (João 3.30), e não o contrário. Usar Deus como um mero amoleto para nossos pecados só revela que estamos nos enganando dentro da fé. Eu não posso encher o peito e gritar aos sete mares "eu sou cristão(ã)" se quando vejo alguém próximo passando por uma necessidade e não ajudo (nem que seja com uma oração); tenho como doar roupas e agasalhos que não uso mais para moradores de rua mas estou muito ocupada para me preocupar com isso; trato as pessoas com desdém e não me importo com os sentimentos delas. Os exemplos que posso dar são diversos, mas citei alguns bem relevantes e que na maioria das vezes acontece e o cristão se faz de cego. Deus não nos prende em correntes, não faz panelinha com os que creem nEle, Ele nos faz livres para levarmos amor ao próximo (esse próximo é o mundo inteiro, não só quem nos agrada), o Cristianismo é tão simples e o tornamos o mais odiado de todos os movimentos por causa da nossa própria conduta. O nome de Jesus muitas vezes é negado pelo agir do próprio povo que se acha filho de Deus.

     Lewis se tornou meu escritor favorito pois não oculta a realidade, lembrando que esse livro foi publicado por volta de 1942-1944, imagino o que ele não teria escrito vivendo nos anos atuais, vendo o que estamos fazendo com o Cristianismo. Nessa obra é abordado em que os cristãos acreditam e o que realmente fazem com a crença; tudo que entendemos como certo e errado e quem determinou isto; que o livre arbítrio deve ser visto de uma maneira nova, pois Deus sabia tudo que iria ocorrer no mundo mas mesmo assim escolheu nos tornar livres; a busca por felicidade em coisas passageiras; de impôr nossa fé em Deus as outras pessoas de forma opressora; que o Cristianismo é o sacrifício de Jesus Cristo; que ser cristão é buscar todos os dias o perdão de Deus e não nos acharmos melhores do que ninguém; que aceitar Jesus na sua vida exigirá você por inteiro; a visão do casamento; que é Deus que se revela a nós; que para sermos novas criaturas em Cristo devemos andar na sua Luz e obedecê-lo. Citei apenas alguns dos assuntos que podem ser aprendidos com essa leitura maravilhosa. Deus falou muito comigo durante todo o processo, Deus é simples e está em tudo. Um livro, um jogo, uma música, um lugar, uma pessoa. Deus sempre será o amor e Jesus, em sua morte, é e pra sempre será a extensão desse amor. Então quando você for tratado/cuidado por alguém e ver amor nas ações dela, saberá que Deus está atuando através dela, do contrário, se for alguém que se diz ser cristão e não age como Deus pede, está enganando a todos e a si mesmo. 

     Nada que eu escrevi aqui chega perto da experiência de ler o livro, espero que as poucas coisas que eu disse possam fazer mais pessoas conhecerem essa obra. Que através dela Deus te leve a um relacionamento cada vez mais profundo com Ele e que a Bíblia vire seu livro favorito da vida, da sua vida de hoje e a que está por vir com Cristo ♥


Eu queria agradecer pela sua companhia nesses SETE anos de LSM!
Ah, e não se esqueça de SEGUIR O BLOG e o Instagram @LEITORESESUASMANIAS


7 ANOS DE LEITORES E SUAS MANIAS

  Olá, tudo bem? seja muito bem vindo(a) ao LEITORES E SUAS MANIAS!

   
Olha, o blog se tornou um lugar em que eu me afasto quando me dedico em alguma coisa na minha vida pessoal mas mesmo assim me faz uma falta tremenda. Eu gosto de escrever/digitar, principalmente sobre livros, os meus livros. Ter a escrita como refúgio nesse diário virtual é muito gratificante para mim, mesmo que eu me sinta com bloqueio criativo, nunca terei coragem de excluí-lo de verdade, prefiro deixá-lo aqui, sempre pronto para me receber novamente e guardar minha histórias aqui. E claro, que com tudo mudando, quero voltar trazendo novidades, pois se tem uma coisa que me aventurei nessa pandemia - para me distrair de tanta coisa ruim - foi estudar astronomia, um ramo que era minha "profissão" dos sonhos a infância toda. E decidi juntar essa minha paixão pelo Espaço com meu amor pelos livros e transformar em uma nova ilustração para o blog... Então se preparem, em breve teremos novos marcadores de páginas! 

     
     Como sempre digo, - acho que há sete anos hahaha - o Leitores e Suas Manias não foi criado para ganhar seguidores, parcerias ou fama, apenas compartilho uma parte das minhas manias atribuídas ao meu hobby como leitora. Ver as primeiras coisas que postei aqui e comparar com o post de hoje, SETE ANOS DEPOIS é algo extremamente intímo, pois me lembro exatamente da primeira vez que sentei em frente ao meu computador segurando alguns livros e decidindo o que escrever sobre minhas leituras do mês.  Perceber que depois desses anos - socorro, já é um filho meu - eu ainda me reconhecer como a "leitores e suas manias" me faz perceber o quanto a leitura me mudou para melhor. Não me vejo mais sem leitura e nem o que seria hoje sem ela. Desde que criei o LSM, eu cresci, passei por transição capilar, amadureci, passei a usar óculos, minha estante aumentou, estudei, me formei em Pedagogia, criei projetos de leitura, estou estudando de novo e continuo aqui.

     A vida deu uma mudada recentemente, não ando lendo como eu queria, mas estou sabendo aproveitar ao máximo os poucos livros que agora me acompanham. Ainda anoto minhas leituras feitas no ano, coleciono marcadores, frequento livrarias, vivo Bienais! Algo que mudou foi meu consumismo em relação aos livros, hoje, posso dizer que adquiri mais consciência nas minhas compras e passei a dar mais atenção para os não lidos da minha estante, coisa que eu não me atentava tanto antes. 

     E como nem tudo é um mar de rosas, também preciso dizer que a pandemia que nos pegou desprevinidos e infelizmente dura até hoje, foi um dos motivos de me fizeram ficar afastada quase um ano daqui. Tantas notícias ruins e trágedias por todos os lados que eu não tive como escrever, nada, até meus estudos ficaram e estão afetados até hoje, a diferença, é que ao saber que agora temos vacina - VIVA A CIÊNCIA -, tudo muda. Nunca imaginei registrar um período como esse aqui no LSM, ou melhor, nunca imaginei que registraria em dois aniversários, ano passado e agora, mas deixo como exemplo para que possamos aproveitar melhor nossas vidas em cada segundo. E se você, perdeu alguém para esse vírus perturbador, espero que Deus possa estar visitando seu coração e trazendo o consolo que você e seus familiares tanto precisam agora e sempre irão precisar... Tudo isso irá passar em breve.

     Um muito obrigada para quem tirou esse tempinho pra ler até aqui, e mais que obrigada para a Letícia do @livros_flores e a Maria Simone @mariasiimone, ambas me proporcionaram uma amizade sem igual, que ultrapassa qualquer rede social. Então que seja um restante de ano com muito aprendizado, leituras prazerosas, amor ao próximo, projetos de leitura, literatura infantil e muuuuita alfabetização! Fico imaginando o que será que irei registrar aqui nos oito anos do LSM hihihi vivamos aos poucos e: A LEITURA LIBERTA! 



Eu queria agradecer pela sua companhia nesses SETE anos de LSM!
Ah, e não se esqueça de SEGUIR O BLOG e o Instagram @LEITORESESUASMANIAS

PROJETO DE LEITURA: AS CRÔNICAS DE NÁRNIA

 Olá, tudo bem? seja muito bem vindo(a) ao LEITORES E SUAS MANIAS!

Se você chegou aqui de paraquedas e não está sabendo do Clube de leitura LSM, corre no meu perfil do Instagram pois é por lá que anuncio todas as novidades de leituras coletivas. Então é só clicar aqui para conhecer, você encontra todos os meus links na minha bio.




Todo mundo já ouviu falar de Nárnia nem que seja uma única vez. Sempre tive pânico da enorme quantidade de páginas que o volume único possui e achei que nunca conseguiria ler. Mas consegui. Terminei a leitura em lágrimas desejando que tivessem mais em 2018.
Nárnia, desde então, se tornou meu livro favorito, que panfleto o tempo todo até quando não me pedem recomendação. Por conta do peso, era complicado levar pra qualquer lugar comigo, mas fiz questão de tê-lo no dia das minhas fotos de formatura (feed do Isnta). Agora, com a edição em sete volumes lançada pela Editora WMF Martin Fontes, fica muito mais fácil pra quem, assim como eu, ama carregar um livrinho na bolsa. E se não bastasse essa praticidade com a edição nova, tem leitura coletiva no meu Clube de leitura pra você poder desencalhar esse livro maravilhoso da sua estante, e que ele tem muuuuuitas chances de se tornar seu favorito também!


📝 COMO VAI FUNCIONAR:
- a leitura começa em 02/01 e vai até 30/07;
- leitura de um livro por mês;
- grupo no Telegram com debate;
- assistiremos aos filmes lançados;
- pode ser lido em qualquer versão e formato;
- para quem nunca leu ou para releitura.


📆 CRONOGRAMA:
Janeiro - o Sobrinho do Mago 
Fevereiro - O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa
Março - O Cavalo e Seu Menino
Abril - Príncipe Caspian
Maio - A Viagem do Peregrino da Alvorada
Junho - A Cadeira de Prata
Julho - A Última Batalha


📲 PARA PARTICIPAR: o link do grupo no TELEGRAM você encontra no perfil do Instagram


⁉️ Mas me conta, você já leu ou tem vontade de ler Nárnia? Não deixa passar essa oportunidade!

{PROJETO} Resenha: Anne de Green Gables - Lucy Maud Montgomery


Olá, tudo bem? seja muito bem vindo(a) ao LEITORES E SUAS MANIAS!

Se você chegou aqui de paraquedas e não está sabendo o que é o Projeto de Leitura: Anne With An 'E', fiz um post sobre como ele funciona, então é só clicar aqui.

E se, assim como eu, você assistiu Anne With An E na Netflix e se apaixonou, preciso te dizer que a trama foi inspirada em um livro: Anne de Green Gables. Para ser mais exato, a história da Anne é composta por uma coleção de 9 livros, mas a série só abordou, de forma um tanto quanto diferente, apenas o primeiro volume. Confesso que demorei muito para começar a assistir, mas quando vi, já tinha maratonado ela inteira e chorado em quase 50% dos episódios. Foi lindo, encantador, emocionate e uma grande surpresa ver que a série foi cancelada mesmo sendo tão inspiradora, mas ao descobrir que havia os livros me esperando, o buraco no meu coração feito pelo cancelamento foi preenchido - de certa forma. Agora é torcer para que voltem atrás e vejam a preciosidade que possuem nas mãos...

TODO MUNDO PRECISA LER/ASSISTIR ANNE! SE TEM UMA COISA QUE TODO MUNDO RECOMENDA, É ANNE WITH AN E, E AGORA, SEUS LIVROS TAMBÉM!
Você já teve sua vida revirada pelo destino?

Em seu primeiro livro, conhecemos dois irmãos, Marilla e Matthew Cuthbeth, ambos em idade já avançada, solteiros e isolados em sua tão querida Green Gables. Os dois viveram juntos e lidando com todos os tipos de problemas possíveis porém sempre unidos. Trabalharam com amor e total afinco na fazenda de sua família e se dedicaram ao máximo para que tudo corresse bem e que nunca lhe faltassem o que comer e vestir. Guardando um passado triste, cresceram amargurados, principalmente Marilla, e se fecharam para coisas novas e para o amor. Ou era o que eles pensavam.

Tudo estava em perfeito estado até que, ao se verem com grandes dificuldades para manterem as tarefas da fazenda em ordem, começaram a ponderar sobre a hipótese de adotarem um menino de 11 anos, em que, poderia ser útil nos trabalhos manuais e além disso, receber uma boa educação durante o processo. Quando ambos já haviam discutido sobre a questão e concordado que precisavam de um suporte, mandaram um recado ao orfanato para que lhes enviassem um menino dentro dos requisitos necessários á eles. Mas, quis o destino que, por conta de um pequeno erro de comunicação, uma menina, ruiva, de uma imaginação invejável e absurdamente tagarela, fosse enviada no lugar do tão desejado menino e virasse suas vidas de cabeça para baixo. Da forma mais bela e poética possível, consquitando de imediato o coração de Matthew. Anne sente, assim que chega, o quanto é rejeitada e indesejada naquele lugar, mas com seu coração tão puro e sem forçar nada, conquista seu lugar por direito e os irmãos não veem outra saída a não ser dar uma chance á jovem criança tão sonhadora. E assim se inicia a jornada da nossa querida Anne Shirley, que acalenta nosso coração a cada página, nos conforta com suas palavras e nos inspira com sua coragem. 

Se fosse pedido para que eu descrevesse o que eu senti ao ler este primeiro livro, eu não encontraria palavras. Sinceramente, nem sei como escrever uma resenha coerente de tão especial e particular foi lê-lo. É raro um livro me deixar assim, tão vidrada logo no começo, mas com a personagem Anne foi dessa maneira que aconteceu. É como um livro que você lê mais sente que conhece o personagem ou que ele realmente existe e está por aí morando em algum lugar. Eu só queria uma tarde de chá ao lado dessa personagem e ouvir suas maravilhosas histórias através desses olhos lindos que enxerguam o mundo de uma maneira única. Anne ensina muito sobre amor (Divino e terreno), perdão, compaixão, paciência e tantos outros sentimentos humanos que, parecem frágeis e difícies, mas que, com um pouco de imaginação, podemos fazer os fardos de nossas vidas serem mais leves. 

EU TE RECOMENDO LER ESSE LIVRO DE OLHOS FECHADOS! É o livro de cabeceira, o livro que você irá reler muitas e muitas vezes e não irá se cansar. É o que faltava para que tivéssimos escopo para a nossa imaginação. A Anne mostrou que não é preciso fugir da realidade, mas encará-la de frente e sempre com as esperanças renovadas, e que, a cada tombo, teremos um aprendizado genuíno que nos fará sermos melhores no futuro.



Eu queria agradecer pela sua companhia nesses SEIS anos de LSM!
Ah, e não se esqueça de SEGUIR O BLOG e o Instagram @LEITORESESUASMANIAS

{PROJETO} Brincadeira de Julho: 'resposta dos sonhos'

Olá, tudo bem? seja muito bem vindo(a) ao LEITORES E SUAS MANIAS!


Se você chegou aqui de paraquedas e não está sabendo o que é o Projeto de Leitura: Anne With An 'E', fiz um post sobre como ele funciona, então é só clicar aqui.
Já são três meses desse projeto de incentivo a leitura mais lindo e que tem salvado 2020! Eu e a Hale (organizadoras) pensamos em criar brincadeirinhas sobre o universo dos livros e iremos tentar realizar uma por mês. Em Julho, o cronograma está no livro Anne de Windy Poplars, 4° livro da série, e, por ele conter um número maior de cartas feitas pela nossa Anne, pensamos em criar algo relacionado a isto. Esperamos muito que vocês gostem e muito obrigada a todos que participaram ♥


BRINCADEIRA DE JULHO:

• Quem aqui surtou quando, nem a Anne e nem o Gilbert, leram as cartas um do outro na série? 🙋🏻‍♀️
Levando esse surto coletivo em consideração, a ideia para esses mês é levar cada participante - ainda mais - para dentro do universo criado por Lucy Maud Montgomery. Como?

💬 Brincadeira: resposta dos meus sonhos
- Usaremos as cartas lindas da série;
- as meninas lerão a do Gilbert, já os meninos, lerão a da Anne;
- cada um escreverá a SUA resposta dos sonhos para a carta, com tudo aquilo que vocês queriam ter visto o personagem dizer no episódio. Aqui, vocês são os diretores da série.


CARTA N°1: Maria Julia Medeiros da Costa 
 Querido Gilbert,

Fiquei extasiada quando recebi sua carta, você sabe o quanto esperei por ela, e como sou impulsiva e a primeira coisa que pensei foi em rasgá-la. Por que só agora decidiu escrever? Depois que não falou nada da minha carta que escrevi, pensei que já teria desistido de mim e que não sentia mais nada por mim e que era tarde demais.

Mas respirei fundo e comecei a ler, descobri que o destino tentou nos separar com idas e vindas, encontros e reencontros, tudo para chegar nesse momento onde nós dois finalmente descobrimos que nos amamos. Demorou bastante para eu perceber que o amor estava em minha frente. Você, Gilbert, foi e é o meu amor, eu te amo com toda a minha alma,

Da sua querida Anne com E. 
 
CARTA N°2: Cristina Rodrigues
Querido Gilbert,

Esperei ansiosamente por essa resposta sabe como sou uma alma inquieta, meu coração já não aguenta mais a grande dúvida se você iria ou não me responder. Então pode imaginar a enorme felicidade quando recebi sua resposta. Houve muitas idas e vindas entre nós com o destino e a teimosia nos pregando peças, mas enfim descobrimos no coração um do outro a paz e a serenidade de um amor profundo.

CARTA N° 3: Melânya Silva Fiaux Berling
Querido Gilbert,

Eu já reli sua carta mil vezes e até agora está difícil de acreditar que tudo aquilo seja verdade, já até me belisquei algumas vezes. Confesso que me assustei sim, tinha certeza que nesse momento você já seria noivo de outra pessoa e que eu não fosse merecedora do seu amor. Como não tive resposta do meu bilhete, já havia desistido desse sonho e tinha certeza de que eu realmente me casaria com minhas aventuras, da mesma forma que dizia quando era mais nova. Mas ao ler que você tem sentimentos por mim, senti uma alegria tão imensa que só poderia compará-la com o momento que Marilla me disse que eu poderia ficar em Green Gables. Se eu sou realmente a guardiã da chave do seu coração, saiba que ela está bem guardada comigo, assim como a minha está guardada com você. Hoje, sem dúvidas nenhuma eu posso te dizer que te amo, meu amor. E um dia espero poder construir a nossa vida juntos. Acho que Anne Blythe Cuthbert soa bem bonito, não acha?
Com amor, da sua cenourinha,
Anne
P.S: Você não sabe o quanto eu te odiei por você ter me chamado assim, mas parece que a lousada serviu pra alguma coisa, afinal.
 
CARTA N°4: Marcelle Ferreira
Querido Gilbert, 

Confesso que não esperava uma carta como esta depois dos últimos acontecimentos, porém estou a lendo e relendo com afeição e, sinto que não há melhor momento para, enfim, dizer-lhe o que sinto... Gilbert, desde que o conheci, senti algo em mim abrolhar, como uma donzela desperta de um sono profundo ao receber um beijo verdadeiro de seu amado, mas após o fatídico dia em que ao puxar minha trança chamou-me de “Cenoura” decidi que lhe odiaria! Bem, não decidi isso na verdade, hoje entendo que tive medo de amar-te e escondi-me por detrás disso, porém, o amor decidiu florescer e crescer em meu coração! 
Quero dizer que lhe amo como nunca amei ou amarei alguém, que vejo somente a ti como minha alma gêmea, como meu futuro, como meu lar! Enfim entendo que nascemos para sermos apenas um, unidos por esse sentimento puro e cristalino que hoje, sem enganos, quero compartilhas contigo até o fim de meus dias! De sua admiradora, Anne Shirley. 

PS: Se este foi um pedido de casamento por correspondência, minha resposta é: “Sim, meu querido!”. Espero vê-lo em breve! 
 
CARTA N°5: Milena Silva Encarnação
Querido Gilbert, 

Eu me pareço com minha mãe...
Agora sei. Matthew e Marilla realizaram meu desejo de aniversário, meu desejo de vida, eles encontraram um livro que pertenciam aos meus pais, sinto uma emoção gloriosa em meu peito!
Tudo me parece um sonho, até mesmo você, aquele momento, nosso momento.
Faz apenas algumas horas que você partiu para Toronto, mas sinto como se tivesse partido a anos, há tanta coisa que desejo perguntar, mas por hora preciso saber:
"A lousada doeu muito?"
Depois de tudo que me aconteceu imaginei que nossos destinos estavam fadados a viverem separados para sempre, e que meu amor por você seria escondido pela eternidade nas profundezas do meu desespero, pois não tenho mais dúvidas sobre meus sentimentos por você!
Fico imaginando como está planejando em se tornar o melhor da turma agora, e quando nos encontraremos novamente. Você será o melhor doutor de todos.
De: agora e para sempre, sua Anne com E.

P.s.: sinto muito pela lousada, naquela época não sabia que Gilbert Blythe seria o amor da minha vida!

CARTA N° 6: Marcela 
Querido Gilbert, 

Envio-lhe está carta com todo amor que habita em mim, para dizer-te que sinto o mesmo desde a primeira vez que preguei os olhos em ti.
Viver uma magnífica história de amor sempre foi o meu ideal de felicidade terrena, espero tê-lo ao meu lado para realizá-lo.
 
Sempre sua, Anne.
 
CARTA N° 7: Sofia Sirtoli Benkendorf 
Querido Gilbert
Eu estava tão confusa quando veio falar comigo lá nas ruínas (e convenhamos que você não me pegou no meu melhor momento) e eu não soube responder nada na hora. Mas depois de um tempo refletindo eu consegui entender o que eu sinto. Gilbert eu te amo, eu sinto algo por você desde que nos conhecemos, mas só agora eu entendi que é amor. Sim eu te amo com todo o meu coração e quero passar a minha vida com você. Eu percebi que minha vida sem você não faz sentido, Anne Shirley Cuthbert não pode viver em um mundo sem Gilbert Blythe. Agora eu vejo. Eu fui feita para viver em um mundo que me chamo Anne Shirley Blythe. Eu te amo
Sua Anne
Ps.: Não tinha momento melhor para vir falar comigo? Quando casarmos venha fazer alguma pergunta importante quando estiver sóbria

CARTA N° 8: Maria Tereza Bernardes Pereira
Querido Gilbert,

Impossível descrever o quão mágico foi o momento em que pus meus olhos em sua carta e decifrei a mais linda combinação de palavras, que pareciam dizer muito mais do que um dia imaginei que alguém pudesse sentir por mim.
Sabendo que pertencem um ao outro, desejo agora que nossos corações jamais se afastem, apesar da distância física que se impõe sobre nós, e que eu possa correspondê-lo, meu querido, com a mesma afeição que você dedica a mim.
Você já não precisa guardar sentimentos tão lindos apenas em seu coração, pode compartilhá-los comigo e me fazer a mais feliz e realizada habitante deste mundo.
Para sempre sua,
Anne. 
 
CARTA N° 9: Juliana Oliveira
Querido GILBERT,

Ao ler sua carta, sinto que te ouço em um sonho distante. Palavras esperadas e desejadas, de uma realidade delirante, quase impossível de acreditar, até para uma ruiva criativa e cheia de imaginação como eu... (aqui, meu braço ganhou mais uma marca roxa, por conta do beliscão)
Será mesmo real?
Sempre me amou? 
Sempre? 
Dona das chaves do seu coração? 
Repita isso, querido menino! 
Repita por um milhão de vezes, com sua doce voz ou sua precisa caneta, até que consiga me PUXAR para a realidade desta frase tão sonhada por meu coração!
Na verdade, percebi que você é aquele que tem me puxado para o mundo real desde SEMPRE!
A primeira vez que me puxou foi de volta de um pesadelo na floresta, me salvando de um terrível temperamento de dragão, justamente no dia em que nos conhecemos! Ah, eu estava tão assustada! Você chegou como um príncipe salvador!
Puxou-me para uma conversa inesperada e, por muitos indesejada, com o pretexto da oferta de uma fruta vermelha e brilhosa, vinda direto das raízes do pomar de sua família.
Puxou-me para disputas e concorrência, fazendo com que eu me superasse e entendesse que eu poderia alcançar o que meu coração desejasse.
Puxou-me para o entendimento de como se deve amar as pessoas em vida, quando vi sua dor ao perder, para a ceifadora morte, aquele que era seu alicerce.
Puxou-me para a experiência da saudade quando tomou rumo de águas distantes, me deixando na praia, entendendo que você já era parte de mim e ali eu fiquei, com o peito cheio de desejos e esperança.
Quando voltou, me puxou do meio de um turbilhão de julgamentos, principalmente sobre minha aparência. Então, sem que ninguém mais importasse, me olhou, refletindo um coração que enxerga muito além da beleza.
Puxou-me para a surpresa de receber um presente, um  pequeno livro que, cheio de palavras decifradas, fornecia-me as armas para te vencer de forma honesta e justa. Nesse momento, foi difícil perceber que, por seus encantos e delicadezas, a vencida era eu!
Puxou-me para mais adiante, avançando sempre, me mostrando que meus ideais valiam a pena e que me apoiaria em todos, fosse correndo ao vento, balançando lenços, fosse rasgando papéis de censura.
Puxou-me para mais perto de seu coração, deixando-me inebriada por seu olhar de avelã, quando me ofereceu sua mão em uma dança na qual eu poderia deslisar até chegar a ETERNIDADE.
Puxou-me para uma roda de amigos, defendendo minhas ideias e me fazendo entender que já fazia parte de um T-I-M-E.
Numa noite, atordoada em frente à fogueira, ouvi suas palavras dizendo "SÓ UMA COISA" e fui puxada para a possibilidade de ser sua. A chance de falar o que eu sentia queimou em meu coração como as chamas vermelhas e eu a perdi em meio a palavras atrapalhadas pelo susto e confusão.
Mas o mais importante e significativo PUXÃO que me deu veio com um sonoro "CARROTS". Foi naquele dia, quando puxou minha longa trança vermelha...Eu não soube no momento, estava irritada, confusa! Mas, consigo entender agora... GILBERT BLYTHE jamais passaria por minha vida sem ser notado! E profundamente amado!
E aqui estamos!
Agora, tenho sua inesperada carta nas mãos e posso lhe dizer com toda certeza: não precisa me puxar mais, querido menino dos olhos de avelã e cabelo cacheado! 
Agora, chegou a minha vez e me lançarei aos seus braços, te acompanharei pela vida!
Espero ansiosamente que nosso próximo encontro seja marcado por um um único gesto: PUXE aquele anel do bolso...
Estou pronta e sou total e inteiramente sua. Sempre fui e sempre serei...

      Sua ANNE COM E

PS: Sim...depois puxe minha mão, me beije e tenha uma certeza: não haverá nenhuma lousa por perto! 

CARTA N° 10: Ana Alegre Marques 

Querido Gilbert,
Ao fim de ler a tua carta mais de 10 vezes e de percorrer com os meus dedos a textura de tinta desenhada em cada letra de cada palavra sua, sinto um turbilhão de sentimentos dentro de mim e não sei por onde começar pois ainda sinto que tudo não passa de um sonho da minha imaginação.  
Não consigo definir o que ao longo destes anos tem representado estar perto de ti, sem entender a profundidade do teu olhar e o magnetismo da tua presença que me atrai para ti como um íman. Tenho esgotado todas as minhas energias tentado fugir da força desse íman, sem sucesso… Desde o ensaio da dança que tu não sais mais do meu pensamento, ao ponto de eu te ter escrito a carta confessando o meu sentimento por ti: 
Gilbert, eu amo-te! 
Toda a minha essência apenas ficará completa contigo. 
Como tu podes dizer que não esperas ser correspondido, depois daquele momento no ensaio da dança… meu Deus, os teus olhos… o teu olhar foi de encontro ao meu… e quando a tua mão segurou na minha… oh meu Deus, não consigo descrever em palavras aquele momento e o que senti percorrer pelo meu ser, até o meu coração parecia estar todo descontrolado com todo o magnetismo que fluía de ti.
Gilbert, se os nossos caminhos terão de se separar agora, e se realmente eu sou a chave do teu coração, preciso te pedir apenas mais um momento para nos encontrarmos antes de partirmos para os nossos estudos. Preciso te ver! Logo agora que tenho a certeza que o teu coração é meu e o meu te pertence.
Esperando por ti, meu amado Gilbert,

Sua Anne 

6 ANOS DE LEITORES E SUAS MANIAS ♥


Olá, tudo bem? seja muito bem vindo(a) ao LEITORES E SUAS MANIAS!

     Desde que eu criei o Leitores e Suas Manias lá em 2014, eu sempre comemorei o aniversário dele tirando várias fotos novas com meus livros, faço durante o mês posts relacionados a história dele ou sobre mim, que fico por trás dele. Mas em 2020, o que aparecia que iria ser só mais um ano para conquistar novos objetivos, se tornou O ano. O ano em que tivemos que aprender a desacelerar, reaprender, se reorganizar, se avaliar e, principalmente, se conhecer melhor. Em março fiz 24 anos e me formei no curso que eu nem imaginava que era meu sonho, mas também foi o começo de algo perturbador e assustador: quarentena. Se alguém me dissesse que o ano ia ser assim, eu duvidaria. Mas está sendo e o que podemos fazer é apenas sermos gratos por nossas vidas e por termos onde nos abrigar e nos proteger de qualquer contaminação. 

     Eu sou uma pessoa muito emotiva e ansiosa, então esse tipo de acontecimento mexe muito comigo, e isso, afeta todas as áreas da minha vida, sendo o blog uma delas. Desde 2019 voltei a ativa e não me via longe dele, mas agora, parece que se abriu um buraco embaixo de mim e só consigo pensar em o quê eu estou fazendo na internet, pra quê faço isso, pra quem? É normal esse questionamento em tudo na vida e então eu descobri. Não tem como eu me afastar agora do que amo se é essa uma das coisas que me deixa feliz e com uma perspectiva de que as coisas irão melhorar, por que vão. Então, para não deixar este dia em branco, resolvi fazer o que faço desde 2014 nesse cantinho - nem tanto - particular: escrever.

     6 anos que não procurei por fama, por dinheiro, por seguidores e nem por parcerias. Não investi em layout, em divulgação ou em ser reconhecida, pois nunca quis nada disso. Tenho muito orgulho de dizer que fazem 6 anos que tenho meu diário literário onde poucos, porém excelentes amigos, me leem, acompanham e interagem comigo. Tive a honra de conhecer um pouquinho de cada Estado desse país através de pessoas incríveis, com gostos literários e assuntos maravilhosos. Esse sempre foi o meu foco e eu já o alcancei. Já posso dizer que obtive o maior sucesso possível no meio literário! Pois quando você sonha pequeno, é aí que seu sonho aumenta! 


     A Juliana de 2014 nem imaginava o tanto de coisa babaca que estava por vir após o dia 26 de Junho em frente aquele computador horrível que ela tinha 🤭💛



Eu queria agradecer pela sua companhia nesses SEIS anos de LSM!
Ah, e não se esqueça de SEGUIR O BLOG e o Instagram @LEITORESESUASMANIAS


COMO CONHECER ANNE SHIRLEY CUTHBERT?

     Oi de novo! Espero que estejam todos bem e que estejam respeitando a quarentena ficando em casa (quem pode). Eu quero trazer esse post como um resumão para quem, assim como eu, está apaixonado pela Anne Shirley e precisam consumir todo o conteúdo que existir sobre essa personagem cativante!  Essa é a primeira vez que uma obra de época me arranca suspiros, eu não sou de chegar perto desse gênero, mas quando se trata da Anne, ela te convence do contrário e mostra outras perspectivas. 
     Separei esse post por tópicos, onde irei esclarecer sobre os livros, sobre a série produzida pela Netflix, os filmes, o anime e uma curiosidade bônus no final. Então se você ainda não conhece algum deles, continua nesse post até o final que você vai curtir essas dicas ♥

Foto: CBC

  • SÉRIE
     A série "Anne With An E" produzida pela Netflix, foi uma criação de Moira Walley-Beckett com seu roteiro baseado no Best-seller "Anne of Green Gables", de Lucy Maud Montgomery (1908). Com classificação de 12 anos, a série aborda assuntos importantíssimos como preconceito, abandono, aceitação, feminismo, censura, classe social, educação, história indígena, entre outros. Seu gênero é voltado para uma obra de época/drama, e abrange um enredo voltado para toda família com cenas que irão te arrancar muitas lágrimas e causar diversas reflexões sobre a vida. Na série, nossa queria Anne Shirley Cuthbert está com 13 anos ao ser adotada pelos irmãos no ano de 1865. A primeira temporada foi lançada em 2017 e encerrou em 2019 com o lançamento da terceira e última temporada, mas foi tempo suficiente para conquistar milhares de fãs.
     
  • LIVROS
     Antes da série, eu não fazia ideia dessa obra. Mas assim que finalizei as três temporadas e fui procurar sobre "Anne Of Green Gables" fiquei em choque ao me desparar com uma coleção de NOVE livros! Isso mesmo! E ainda descobri que existem inúmeras edições e versões para escolher, pois mais de uma editora brasileira traduziu os primeiros livros. Atualmente, a Editora Pedra Azul encontra-se com os lançamentos da série de livros quase completa, faltando apenas, o nono livro. E sem contar na beleza das edições e todo cuidado com uma tradução fiel a obra original de Lucy Maud Montgomery. Diferentemente da série, nos livros não existem alguns personagens que amamos, além de nossa Anne ser adotada aos 11 anos em 1876, mas nada que tire a graciosidade de toda a obra.
     Vou deixar aqui a ordem dos livros e uma curiosidade sobre qual fase da Anne você vai encontrar em cada um deles:
1- Anne de Green Gables (1908), dos 11 aos 16 anos
2- Anne de Avonlea (1909), dos 16 aos 18 anos
3- Anne da Ilha (1915), dos 18 aos 22 anos
4- Anne de Windy Poplars (1936), dos 22 aos 25 anos
5- Anne e a Casa dos Sonhos (1917), dos 25 aos 27 anos
6- Anne de Ingleside (1939), dos 34 aos 40 anos
7- Vale do Arco-Íris (1919), dos 41 aos 43 anos
8- Rilla de Ingleside (1921), dos 49 aos 53 anos
9- O Retorno dos Blythes (1930), dos 40 aos 75 anos

  • ANIME
     Sim, dá pra acreditar que tem anime? para quem curte animações japonesas é uma ótima opção também, sabe por quê? Ana de cabelos Ruivos (Akage no An - título original) também é baseado na obra canadense de Lucy Maud Montgomery, com apenas 50 episódio, lançado em 1979. Escrita por Isao Takahata, o anime trata de gêneros como aventura/drama e é uma fofura, não tem como resistir e maratonar no mesmo dia.
     Infelizmente, não foi trazudida para o Brasil, mas sim, para o português de Portugual e também pode ser encontrada  em sua versão original com legenda em inglês. Mas mesmo assim, é uma dica válida para quem não quer se despidir da Anne - pelo menos, ainda.

  • FILMES
     Com os filmes, a questão muda um pouco. São diversas adaptações e de diversos estilos para que o fã possa escolher e se deliciar com a obra de Lucy Maud Montgomery (1908) da forma que quiser. Foram feitos três filmes a princício, e são os que mais vejo sendo abordados, mas também tiveram adaptações para a televisão - muitas por sinal - e que valem a pena serem conhecidas, por isso, vou deixar a listagem com todos que encontrei para que possa ajudar quem quiser assistir na ordem cronológica. Eu ainda não assisti, mas estou pensando em começar a maratonar tudo agora que os listei aqui pra vocês ^^ 

- 1919: Anne Of Green Gables - Filme mudo
- 1934: Anne Of Green Gables - Filme em preto e branco
- 1940: Anne Of Windy Poplars - Filme em preto e branco

- 1956: Anne Of Green Gables - Musical
- 1957: Anne Of Green Gables - versão franco-canadense 
- 1958: Anne Of Green Gables - Recriação do filme de 56
- 1972: Anne Of Green Gables - Minissérie britânica dividida em 5 partes
- 1975: Anne Of Avonlea - Uma continuação do filme de 72
- 1985: Anne Of Green Gables - Minissérie canadense com duas partes 
- 1987: Anne Of Green Gables: The Sequel - Continuação do filme de 85
- 2000: Anne Of Greenn Gables: The Continuing Story - Continuação do filme de 87 
- 2005: Anne: Journey To Green Gables - versão animada 
- 2008: Anne Of Green Gables: A New Beginning - baseada vagamente nos livros 
- 2016: L. M. Montgomery 's Anne Of Green Gables - Filme canadense televisivo 
- 2017: Anne Of Green Gables: The Good Stars - Continuação do filme de 2017
2017: Anne Of Green Gables: Fire & Dew - Continuação de Anne Of Green Gables: The Good Stars, de 2017.

  • CURIOSIDADE
     Se tem uma coisa que todo mundo deseja, depois de ler/assistir algo sobre a Anne, é poder visitar Green Gables. Seria mesmo um sonho não é? E se eu dissese que é possível? Ficou confuso? Eu explico! É isso mesmo que você pensou, a fazenda Green Gables realmente EXISTE! Ela fica localizada em Cavendish, área rural do condado de Queens County. Por conta do sucesso da obra de Lucy Maud Montgomery (1908), diversas atrações sobre o universo de Anne foram criadas para os turistas e fãs da personagem; o lago e a floresta que são descritos nos livros também existem, e ficam nas redonzedas de Green Gables. Além das atrações, até casamentos são realizados na fazenda baseados nos livros... E quem não queria casar lá, não é? 



Eu queria agradecer pela sua companhia nesses cinco anos de LSM!
Então não esqueça de SEGUIR O BLOG e o Instagram @LEITORESESUASMANIAS


A importância dos projetos de leitura


Oiê, espero que estejam todos bem!

Eu sei o quanto deve estar sendo tedioso ficar em casa e sem ânimo algum para ler ou assistir algo novo. Até quem é adepto a cronogramas e uma certa rotina devem  estar caindo na procrastinação nem que seja às vezes. E tudo bem, afinal, o que estamos passando não é normal, e tudo bem estarmos sentindo algo, nem que seja sofrimento e angústia; mas esse "sentir" significa que temos algo de muito valioso para zelar com prioridade agora: nossas vidas.

Percebeu como, todos que podem, estão arrumando um jeito de ficarem 'juntos' nesse momento tão delicado que estamos vivendo? Seja com lives, grupos de amigos no whatsapp, chamadas de vídeos, etc. E como aqui, o meu foco são os livros, quero mostrar como se unir, mesmo que de longe, pode ajudar a tirar, mesmo que por um momento, a sensação de solidão que acaba ficando em nós durante a quarentena. 


Vou falar sobre as vantagens de algo que venho fazendo muito nos últimos meses, seja com a @mariasiimone ou com a @hale_dos_livros, o nosso objetivo é sempre o mesmo! Unir leitores. E agora, mais do que nunca, que são as LEITURAS COLETIVAS.

Eu já fui participante em diversos projetos como este, e desde o ano passado, comecei a organizar também, e pude notar uns pontos relevantes sobre a importância de ler um livro com várias pessoas e , na maioria das vezses, de diversas localidades através da praticidade da internet, são eles:

- Motivação para ler: sem dúvidas, neste momento de quarentena, os ritmos de leitura andam bem escassos, pelo menos para mim, e percebi que quando lemos em uma LC, e vemos outras pessoas avançando no livro e dizendo o que estão achando, isso motiva muito mais do que estar lendo sozinho. Esse também pode ser um ponto negativo para algumas pessoas, nem todo mundo consegue e acaba se frustando, mas o objetivo da leitura coletiva não é desmotivar, e sim, motivar a pessoa que não é acostumada a ler tanto ou dar aquele empurrãozinho em quem precisa desencalhar um livro da estante.

- Amizades novas: Ao topar participar de um projeto assim, que envolve muitas pessoas, quem costuma ser muito sociável, é excelente para conhecer gente nova. É uma chance e tanto para conhecer leitores de todos o Estados do Brasil; conhecer culturas, dialétos, sotaques novos; encontrar quem pense sobre um determinado livro assim como você e também, quem discorde. Leituras Coletivas são uma ponte para conhecer pessoas que, se não fosse a internet, nunca teríamos conhecido. Então, ao participar de uma, aproveite a oportunidade que ela te dá.

- Debates construtivos: Claro que, ao escolher um livro ou gênero para tal projeto, sempre ao final dele, tem a data estipulada pelo organizador para um debate. Que debate é esse? Onde, depois que todos tiverem concluído suas leituras, podem expôr como se sentiram ao ler; o que acharam dos personagens; se encontrou alguma dificuldade na escrita do autor(a); temas que envolveram a obra; qual a finalidade e os ensinamentos que o livro trouxe a tona; entre outros mais. São nos debates que precisamos mostrar o quanto o livro nos tocou, o quanto ele trouxe uma nova perspectiva, e como em tudo na vida, encontrar opiniões divergentes às nossas. E essa, sem dúvidas, é minha parte favorita em uma LC.

Aproveitamento da leitura: Existem as leituras coletivas com cronograma (páginas/capítulos por dia) e as que apenas dão a data de início e término do projeto. Em todas que fiz, optei pela segunda opção, mas gosto das duas. Mas algo que percebi de diferente entre ler em conjunto com outras pessoas e ler sozinha, foi que eu aproveito muito mais minha leitura. Sim, não tem aquela coisa de ler por quantidade, e sim, ler críticamente para debater sobre no final. Isso nos faz ler com mais calma, atentando mais aos detalhes, diálogos e cenas que ocorrem na obra para formular nossas ideias e expôr no debate do projeto, pois toda LC se baseia, sempre, no debate no final. E esse último tópico, é o que deveríamos fazer em qualquer leitura. Aproveitar cada página.




E você, já participou de alguma leitura coletiva? O que achou, gostou? Acha que deixei de falar de algum ponto? Deixe seu cometário sobre o que você pensa sobre esse tipo de projeto de leitura! 

Eu queria agradecer pela sua companhia nesses cinco anos de LSM!
Então não esqueça de SEGUIR O BLOG e o Instagram @LEITORESESUASMANIAS
 

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo